Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho e seu Seguimento

Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho e seu Seguimento

Em 1998, após o fim da Guerra Fria, foi adotada a Declaração da OIT sobre os Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho e seu Seguimento.

O documento é uma reafirmação universal do compromisso dos estados membros, e da comunidade internacional em geral, de respeitar, promover e aplicar de boa-fé os princípios fundamentais e direitos no trabalho referentes:

  • à liberdade de associação e de organização sindical e ao reconhecimento efetivo do direito de negociação coletiva;
  • à eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou obrigatório;
  • à abolição efetiva do trabalho infantil, e
  • à eliminação da discriminação em matéria de emprego e ocupação.


Esses princípios e direitos estão refletidos nas oito Convenções fundamentais supracitadas. A Declaração destaca que todos os estados membros estão obrigados a respeitar os Direitos Fundamentais, objeto das convenções correspondentes, mesmo que ainda não as tenham ratificado.

O programa In-Focus Promoção da Declaração inclui atividades de seguimento dos compromissos assumidos pelos estados membros da OIT, incluindo relatórios anuais daqueles países que ainda não ratificaram alguma das oito Convenções, e relatórios globais sobre o progresso alcançado em nível mundial em cada uma das quatro áreas de princípios e direitos fundamentais (i.e. associação e negociação coletiva, discriminação, trabalho infantil e trabalho forçado).

No Brasil, a OIT vem promovendo a Declaração e seu conteúdo por meio de:

  • estudos e seminários tripartites e atividades de cooperação técnica focalizadas sobre cada uma das quatro áreas de direitos;
  • e do Fórum virtual interativo sobre a declaração e seus componentes.


www.ilo.org/public/portugue/region/ampro/brasilia/info/download/introduc...
www.ilo.org/public/portugue/region/ampro/brasilia/info/download/declarac...